fbpx

COMO MELHORAR A GESTÃO CONTÁBIL : 6 ERROS PARA SE EVITAR.

Independente do segmento, clínicas e consultórios também são empresas e a falta de gestão contábil pode trazer complicações, inclusive, financeiras.
aritgo 1

Quando se fala em clínica médica talvez a gestão contábil seja uma das últimas informações lembradas. Vale ressaltar que, independente do segmento, clínicas e consultórios também são empresas e a falta de gestão contábil pode trazer complicações, inclusive, financeiras.

Nós separamos 6 pontos na qual você vai

1- Conta pessoal x empresarial

Você sabe a importância de realizar a separação entre contas pessoais e profissionais. Quando este item não é bem administrado, o prejuízo pode ser enorme ao final do mês. O que ocorre, na maioria das vezes, é que o financeiro é concentrado em uma única conta, a pessoal. Este equívoco pode resultar na retirada de dinheiro para despesas pessoais e, quando acumuladas, somam uma grande quantia em dinheiro que fazia parte do aspecto coorporativo.

2- Escolha inadequada da ferramenta de gestão

A escolha da ferramenta de gestão reflete diretamente no aumento da probabilidade de erros. Isso porque as planilhas, antes muitos usadas, já não são tão eficientes na rotina agitada da maioria dos profissionais. Por exigir mais atenção e tempo por parte de quem faz, esta ferramenta pode representar a diminuição da sua produtividade e maiores ocorrências de erros ao fazer a contabilidade da sua clínica. O perigo se agrava ainda mais quando tudo isso não é feito por uma equipe especializada e com conhecimentos sobre a área.

3- Não emitir nota fiscal

A sua clínica emite nota fiscal? Um dos erros mais cometidos por gestores e administradores dessa área é a não emissão de nota fiscal após o atendimento de cada paciente. É importante ter em mente que o recolhimento de tributos é uma realidade também do segmento da saúde. As informações fiscais devem estar claras e deve haver prestação de conta de toda movimentação. Algo que muitos esquecem é que,se não gerada a nota fiscal, a clínica ou consultório pode enfrentar problemas como ser entendido como sonegador fiscal.

4- Falta de controle do fluxo de caixa

Você acompanha e entende a movimentação do fluxo de caixa? A falta de compreensão desse ponto pode impactar no futuro da sua clínica. Parece exagero, mas não é. Considerar o fluxo de caixa é apostar na segurança e estabilidade do seu negócio, priorizando também os resultados a longo prazo.

5- Comprovantes da empresa

Você sabia que alguns comprovantes devem ser guardados por, no mínimo, 5 anos? Falamos aqui da importância de emitir notas fiscais e agora de guardar os comprovantes da sua empresa. Este é um hábito que você deve ter para se precaver caso ocorram futuras solicitações e prestações de conta. Além disso, auxilia no controle do fluxo de caixa, pois assim você consegue identificar quanto foi gasto no investimento para sua clínica com aparelhos ou despesas emergenciais.

6- Ignorar a importância de profissionais na gestão

Lidar com juros e multas pode ser uma realidade de quem deixa de lado a gestão contábil responsável. Principalmente em clínicas novas este é um setor que, muitas vezes, acaba ficando de lado pelo equívoco de achar que se trata somente de organizar os gastos. Uma equipe especializada em contabilidade planeja-se e efetua seu trabalho com o objetivo de que a empresa não pague mais tributos do que deveria, com isso, os cálculos são feitos para dedução de impostos e, por consequência, para que sua clínica ou consultório economize de forma segura e sem surpresas negativas no futuro. Para alcançar a credibilidade e ter resultados satisfatórios, a gestão contábil deve ser considerada como um fator essencial dentro do seu negócio, mesmo que seja do segmento de saúde. Siga estas dicas e não cometa mais esses erros!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Todos os direitos reservados à Tokio Consultoria.